Quem sou eu

Minha foto
Brumadinho, MG, Brazil
Ivani Ferreira é professora e blogueira . Possui graduação em Letras pela Faculdade Asa de Brumadinho (2006), Normal Superior pela Universidade Federal de Montes Claros(2005), especialização em Psicopedagogia pela Universidade Federal Castelo Branco (2007), Supervisão Pedagógica pela FINON (2008). Professora efetiva na rede Municipal de Brumadinho desde 2005, porém, atua na rede municipal com turmas da Educação Infantil , Ensino Fundamental 1 e 2 , desde o ano de 2002. Trabalhou como supervisora pedagógica na Escola Municipal Leon Renault- Brumadinho/MG (2013- 2016). Atualmente trabalha como professora da Educação Infantil na EMEI Nair das Graças Prado em Brumadinho/MG. Sejam bem vindos(as)!!!

sábado, 14 de novembro de 2015

A PEDAGOGIA E O PEDAGOGO

INTRODUÇÃO


O presente trabalho tem por objetivo refletir acerca da natureza e as especificidades do curso de pedagogia e a sua importância na sociedade atual. Para tanto o texto responderá aos seguintes questionamentos: o que é a pedagogia, do que a pedagogia se ocupa e o que significa trabalho pedagógico.
DESENVOLVIMENTO

De acordo com o texto básico de Libâneo (2001) a pedagogia para o senso comum está associada ao ensino e ao modo de ensinar. Ou seja, é vista apenas como uma preparação para a atividade docente. Porém, a pedagogia vai além, ela apresenta como objeto de estudo a prática docente. Isso quer dizer que a pedagogia tem o objetivo de compreender os aspectos que permeiam o processo de ensino aprendizagem.
Pensar no que é ser pedagogo após a leitura do texto de Libâneo (2001) requer que sejamos capazes de abrir nossa visão para o sentido amplo da palavra educação, entendida pelo conceito de Paulo Freire[1] como instrumento de transformação social.
Compreendemos a partir da leitura do texto de Libâneo (2001) que a educação, como prática humana social que modifica os seres humanos, é o objeto de estudo do pedagogo. A partir dessa compreensão é possível analisar o papel do pedagogo como agente responsável pelo processo educativo, e para tanto se faz necessário que tenha uma visão crítica e reflexiva do contexto social e da sua influência nas práticas educativas.
Nesse contexto o pedagogo tem como principal função a melhoria no processo de aprendizagem dos indivíduos, através da reflexão, sistematização e produção de conhecimentos. O profissional da pedagogia é responsável por produzir e difundir conhecimentos no campo educacional, para isso ele deve ser capaz de criar, planejar, gerir e avaliar ações educacionais da sociedade civil, principalmente em instituições de ensino.
O ser pedagogo é assumir uma postura de profissional capaz de compor e analisar os diagnósticos da realidade educacional, propor intervenções, orientar e capacitar sua equipe, explicitar objetivos claros para o sucesso do trabalho pedagógico. É ser capaz também de investigar o fenômeno educativo, de formular orientações para a prática, propor princípios e normas sobre os meios e fins da educação. Acreditamos que o aspecto de “formular orientações para a prática” seja um dos maiores desafios do pedagogo, visto que para orientar práticas, é preciso compreender a prática educativa, ter condições teóricas de pensar sobre ela e criatividade na articulação de uma proposta coerente de intervenção.
Socialmente a pedagogia por muito tempo foi associada à mera transmissão e apropriação do conhecimento, mas ela vai além dessa perspectiva, é ampla e com muitas possibilidades. Considerando que apenas transmitir conhecimentos não atende a demanda atual, é preciso criar condições de construção de conhecimentos, através da articulação das informações com o contexto social.
De acordo com o “dicionário Aurélio”, pedagogo é o profissional ou especialista em pedagogia; o que aplica e estuda a arte de educar.Libâneo (2008) traz um resgate sobre a palavra pedagogia, que tem origem grega e significa Paidós (criança) e agogé (condução), ou seja, conduzir a criança ao conhecimento, ao aprendizado. Tais definições levam ao conceito do senso comum, que está ligado ao ato de ensinar, mas, que conforme mencionado nos parágrafos anteriores se amplia para a compreensão do processo de ensino e para organização do trabalho pedagógico.
O pedagogo, por muito tempo, assumiu uma posição na escola de fiscal, onde era visto como uma pessoa que está na escola para vigiar o trabalho dos professores. È importante que fique bem claro que o pedagogo não se ocupa da função de fiscal, mas sim, da função de parceiro da equipe escolar na árdua busca por sucesso e qualidade no processo de ensino e aprendizagem. Ele é um especialista da educação que compreende e intervém nos processos de ensino aprendizagem que acontece na sociedade.
O pedagogo como um importante articulador na cooperação do planejamento e execução de atividades curriculares, sendo capaz de analisar, compreender, propor e articular aspectos do contexto sociocultural às necessidades pedagógicas do ambiente escolar.
Outro papel que está inerente à figura do pedagogo é colaborar na elaboração do Projeto Político Pedagógico da escola. Visto que esse documento propõe em sua essência uma articulação dos conhecimentos pedagógicos, da realidade social, política e econômica que influencia o contexto escolar, e a prática da construção de saberes a partir do coletivo.
Como afirma Libâneo (2001) o processo didático é uma das modalidades do trabalho pedagógico. E precisa ter a atenção do pedagogo, visto que o objetivo maior de qualquer instituição que lida com a educação é que seus alunos sejam capazes de aprender, de construir conhecimentos básicos para sua formação pessoal.
O trabalho pedagógico conforme analisado anteriormente não se restringe simplesmente ao processo de ensinar, mas, a todo o contexto que interfere no ato de ensinar, mas também de aprender. Pensar nessa possibilidade levanta um grande leque de atuações do pedagogo, nos diversos campos dos conhecimentos, das relações, das metodologias e da didática.
O ser pedagogo, não se limita ao processo de ensino aprendizagem, envolve todo contexto educativo da escola. Ele deve ser também um agente na promoção da participação da família e da comunidade no contexto escolar. Pois, a partir dessa integração a educação passa a efetivar sua essência, que é ser um compromisso de todos. Nesse envolvimento o pedagogo pode ampliar as possibilidades de sucesso da escola, a partir da construção coletiva de saberes e de condições favoráveis a aprendizagem dos alunos.
Outro aspecto muito importante do trabalho do pedagogo é capacitar continuamente sua equipe. Ou seja, oferecer condições de crescimento pessoal e profissional de sua equipe. Para tanto precisa acompanhar, conhecer as necessidades para que possa promover situação de aprendizagem permanente da equipe de profissionais sob sua coordenação através da formação continuada em cursos, encontros pedagógicos e oficinas.
Como o pedagogo é um especialista em educação, ele deve estar sempre atento a toda e qualquer novidade na educação e no contexto social. Conforme afirma Gaudêncio (2012) a atuação do pedagogo não está restrita ao ambiente escola, entendemos que várias são as funções desse profissional que, por possuir uma formação que engloba a didática, as metodologias, a psicologia da educação, os estágios em vários campos de atuação, é o responsável por várias formações humanas em variados ambientes.


CONCLUSÃO
A partir da leitura do texto e do trabalho realizado foi possível compreender que a pedagogia é uma ciência que se ocupa do processo educativo, com uma visão ampla de educação, como processo que envolve todo o contexto social de ensino aprendizagem.
Assim o pedagogo se ocupa da educação em todo seu contexto, lidando assim direta e indiretamente com todos os fatores que possam influenciar no processo de ensino aprendizagem.
O trabalho pedagógico se refere a todo o processo que se relaciona com a forma de ensinar e aprender: metodologias, conhecimentos, relações interpessoais, didática.


 REFERÊNCIAS

COSTA, VilzeVidotte. O trabalho do pedagogo nos espaços educativos. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2009.

Gaudêncio, Juliana Rezende. Ensaios: ser pedagogo diante dos desafios da educação contemporânea. PUC Minas. Disponível no site: <http:// www.pucminas.br/.../cursos/.../APR_ARQ_PROGR20120524103252.pdf...>. Acesso em 27/04/2014.

LIBÂNEO, J. C. Pedagogia e pedagogos: inquietações e buscas. Educar Em Revista, Curitiba, n. 17, p. 153-176. 2001. Disponível em: <http://www.educaremrevista.ufpr.br/arquivos_17/libaneo.pdf>. Acesso em: fev. 2014.




[1] Paulo Freire, escritor brasileiro. Educador, pedagogo e filósofo brasileiro. É considerado um dos pensadores mais notáveis da história da pedagogia mundial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário