Quem sou eu

Minha foto
Brumadinho, MG, Brazil
Ivani Ferreira é professora e blogueira . Possui graduação em Letras pela Faculdade Asa de Brumadinho (2006), Normal Superior pela Universidade Federal de Montes Claros(2005), especialização em Psicopedagogia pela Universidade Federal Castelo Branco (2007), Supervisão Pedagógica pela FINON (2008). Professora efetiva na rede Municipal de Brumadinho desde 2005, porém, atua na rede municipal com turmas da Educação Infantil , Ensino Fundamental 1 e 2 , desde o ano de 2002. Trabalhou como supervisora pedagógica na Escola Municipal Leon Renault- Brumadinho/MG (2013- 2016). Atualmente trabalha como professora da Educação Infantil na EMEI Nair das Graças Prado em Brumadinho/MG. Sejam bem vindos(as)!!!

domingo, 31 de maio de 2015

Matemática divertida!!!

JUJUBAS, PALITOS DE DENTE E GEOMETRIA

          Nessa semana, os alunos do 5º ano da professora Gislane trabalharam noções de Geometria de uma forma bem diferente: jujubas conectadas com palitos de dentes criaram formas geométricas para enriquecer as aulas de Matemática.
 Eles montaram  polígonos utilizando palitos como arestas e jujubas como vértices. Tenho certeza que assim os alunos nunca mais vão esquecer o que são vértices e arestas.






  1. Os alunos soltaram a criatividade agrupando as figuras e sólidos da forma que quisessem.








Jornal na Escola - Informática Educativa

JORNAL NA ESCOLA -

 INFORMÁTICA EDUCATIVA



Escola Informática Educativa


FOTOS




TELECENTRO E INFORMÁTICA EDUCATIVA DE BRUMADINHO: VIDEOS PROJETO FALTA DE ÁGUA ESCOLAS DE BRUMADINHO...

TELECENTRO E INFORMÁTICA EDUCATIVA DE BRUMADINHO: VIDEOS PROJETO FALTA DE ÁGUA ESCOLAS DE BRUMADINHO...: PROJETO FALTA DE ÁGUA VÍDEOS EDUCATIVOS TRABALHADO COM OS ALUNOS. http://www.alterosa.com.br/app/belo-horizonte/videos/2014/10/20...

Projeto Informática Educativa/Escolas de Brumadinho MG

JORNAL NA ESCOLA SOBRE BULLYING E VIOLENCIA NAS ESCOLAS

JORNAL NA ESCOLA SOBRE BULLYING E VIOLÊNCIA NAS ESCOLAS - INFORMÁTICA EDUCATIVA 

- Escola Municipal Nilza de Lima Sales - 
Monitor - Dalton Braga


Bullying é uma situação caracterizada por atos agressivos verbais ou físicos de maneira repetitiva por parte de um ou mais alunos contra um ou mais colegas. O termo inglês refere-se ao verbo “ameaçar, intimidar”.
 Grande parte das pessoas confunde ou tende a interpretar o bullying simplesmente como a prática de atribuir apelidos pejorativos às pessoas, associando a prática exclusivamente com o contexto escolar. No entanto, tal conceito é mais amplo. O bullyingé algo agressivo e negativo, executado repetidamente e ocorre quando há um desequilíbrio de poder entre as partes envolvidas. Desta forma, este comportamento pode ocorrer em vários ambientes, além da escola: em universidades, no trabalho ou até mesmo entre vizinhos.

Basicamente, a prática do bullying se concentra na combinação entre a intimidação e a humilhação das pessoas, geralmente mais acomodadas, passivas ou que não possuem condições de exercer o poder sobre alguém ou sobre um grupo. Em outras palavras, é uma forma de abuso psicológico, físico e social.
No ambiente de trabalho, a intimidação regular e persistente que atinge a integridade e a confiança da vítima é caracterizada como bullying. Entre vizinhos, tal prática é identificada quando alguns moradores possuem atitudes propositais e sistemáticas com o fim de atrapalhar e incomodar os outros.
Falando especificamente do ambiente escolar, grande parte das agressões é psicológica, ocasionada principalmente pelo uso negativo de apelidos e expressões pejorativas criados para humilhar os colegas. O papel da escola é informar aos professores e alunos o que é e deixar claro que o estabelecimento
não admitirá a prática – “prevenir é o melhor remédio”. A atuação dos professores também é fundamental. Há uma série de atividades que podem ser feitas em sala de aula para falar desse problema com os alunos. Pode ser tema de redação, de pesquisa, teatro etc. É só usar a criatividade para tratar do assunto.
Claro que não se pode banir as brincadeiras entre colegas no ambiente escolar. O que a escola precisa é distinguir o limiar entre uma piada aceitável e uma agressão. Ao perceber o bullying, o professor deve corrigir o aluno. Em casos de violência física, a escola deve tomar as medidas devidas, sempre envolvendo os pais. Bullying só se resolve com o envolvimento de toda a escola - direção, docentes e aluno - e a família.

Trabalhos dos alunos sobre o Bullying e suas formas:
Jornal editado por alunos do 5º ANO:
  
·        Maria Clara
·        Letícia
·        Laisla
·        João Paulo
·        Pablo
·        Maria Luiza
·        Luiza Eduarda
·        Warley
·        Daniely
·        Emanuele Laila
·        Lucas
·        Gabriel


Informática educativa-Escolas de Brumadinho MG

PROJETO MONSTRINHO COMPUTADOR AMIGO



PROJETO: MONSTRINHO DIGITAL


Trabalhar com a criança requer dinamismo e criatividade da parte do educador. Este deve trazer coisas novas que chamem a atenção da criança. Inspirando na produção de texto Técnica do Monstro, resolvi criar o Monstrinho digital, e uma historia que cria um monstro com os componentes da Informática.

O QUE FAZER?

Distribua uma folha em branco para cada criança. Prepare – se para só escutar e desenhar o que vai pedindo, cada um com seu desenho.

O MONSTRINHO DIGITAL.
·     
            Ele tem a cabeça com a forma de um Monitor.
·         Tem dois olhos.
·         Seu nariz e um @.
·         Sua boca e um fone de ouvido de cabeça para baixo.
·         O cabelo pode ser do jeito que você quiser.
·         Suas orelha será um CD.
·         Seu pescoço será  um Pen Drive.
·         Sua barriga será um Tablet.
·         Os seus braços será um Mouse.
·         As suas pernas será um teclado.

AGORA VOCE IRÁ CONTAR UM POUCO SOBRE O SEU MONSTRINHO.
·         
        Qual é o nome do seu monstrinho?
·         De onde ele veio?
·         O que ele veio fazer aqui?
·         Onde ele está morando?
·         O que ele mais gosta de fazer?
·         Ele encontrou amigos?
·         Ele e um monstrinho bom ou mau?
·         Quando ele vai retornar de onde veio?