Quem sou eu

Minha foto
Brumadinho, MG, Brazil
Ivani Ferreira é professora e blogueira . Possui graduação em Letras pela Faculdade Asa de Brumadinho (2006), Normal Superior pela Universidade Federal de Montes Claros(2005), especialização em Psicopedagogia pela Universidade Federal Castelo Branco (2007), Supervisão Pedagógica pela FINON (2008). Professora efetiva na rede Municipal de Brumadinho desde 2005, porém, atua na rede municipal com turmas da Educação Infantil , Ensino Fundamental 1 e 2 , desde o ano de 2002. Trabalhou como supervisora pedagógica na Escola Municipal Leon Renault- Brumadinho/MG (2013- 2016). Atualmente trabalha como professora da Educação Infantil na EMEI Nair das Graças Prado em Brumadinho/MG. Sejam bem vindos(as)!!!

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014



 IDEIAS SOBRE EDUCAÇÃO E PEDAGOGIA

Meu conceito de educação é entendido como algo amplo, que envolve não só as salas de aulas, mas, todo o contexto social, a vida familiar, vida em sociedade, nas igrejas, associações. O processo de educar está permeado pelos valores e as práticas sociais, a vida nos ensina a todo o momento e em todos os lugares.

Vejo a educação, enquanto processo formal, como uma responsabilidade imensa de mudar a vida do outro, de criar possibilidades, que assim como na minha vivencia enquanto aluna, tive condições de me desenvolver e de me sentir influenciada e motivada. Penso que ser professor, ou trabalhar na área educacional requer empenho e muita dedicação, além de conhecimento e técnica.

Por Pedagogia entendo uma formação que me proporciona condições de entender a educação, de conhecer os processos educativos, de compreender como as crianças aprendem e como se deve ensinar. É uma forma de me tornar uma especialistas em educar.

Penso que um pedagogo tem boas condições de se tornar um excelente professor, pois, consegue ver com clareza a educação como um amplo processo de reciprocidade, onde aprender e ensinar tornam-se faces da mesma moeda.

A partir da leitura dos textos e das aulas do curso, entendo que a Educação é um instrumento de transformação social, é vista como prática humana social que modifica os seres humanos e que é o objeto de estudo do pedagogo.

Não se pode considerar apenas uma educação escolar e sim, várias “educações” que acontecem a todo o momento, em todos os lugares, educação por meio da fala, das ações, das relações.

A Pedagogia se apresenta como objeto de estudo a prática docente. Pois, tem objetivo de compreender os aspectos que permeiam o processo de ensino aprendizagem.

Nesse contexto o pedagogo tem como principal função a melhoria no processo de aprendizagem dos indivíduos, através da reflexão, sistematização e produção de conhecimentos.

O profissional da pedagogia é responsável por produzir e difundir conhecimentos no campo educacional, para isso ele deve ser capaz de criar, planejar, gerir e avaliar ações educacionais da sociedade civil, principalmente em instituições de ensino.

A pedagogia investiga o fenômeno educativo, formula orientações para a prática, propõe princípios e normas sobre os meios e fins da educação. Para tanto, a pedagogia propõe que o profissional seja capaz de compor e analisar os diagnósticos da realidade educacional, propor intervenções, orientar e capacitar sua equipe, explicitar objetivos claros para o sucesso do trabalho pedagógico.

Por muito tempo a pedagogia foi associada à mera transmissão e apropriação do conhecimento, mas ela vai além dessa perspectiva, é ampla e com muitas possibilidades. Considerando que apenas transmitir conhecimentos não atende a demanda atual, é preciso criar condições de construção de conhecimentos, através da articulação das informações com o contexto social.

Libâneo (2008) traz um resgate sobre a palavra pedagogia, que tem origem grega e significa Paidós (criança) e agogé (condução), ou seja, conduzir a criança ao conhecimento, ao aprendizado. Tais definições levam ao conceito do senso comum, que está ligado ao ato de ensinar, mas, que conforme mencionado nos parágrafos anteriores se amplia para a compreensão do processo de ensino e para organização do trabalho pedagógico.

O pedagogia propõe que o pedagogo seja um importante articulador na cooperação do planejamento e execução de atividades curriculares, sendo capaz de analisar, compreender, propor e articular aspectos do contexto sociocultural às necessidades pedagógicas do ambiente escolar.

Dessa forma, ser pedagogo, não se limita ao processo de ensino aprendizagem, envolve todo contexto educativo da escola. Ele deve ser também um agente na promoção da participação da família e da comunidade no contexto escolar. Pois, a partir dessa integração a educação passa a efetivar sua essência, que é ser um compromisso de todos.

Nesse envolvimento o pedagogo pode ampliar as possibilidades de sucesso da escola, a partir da construção coletiva de saberes e de condições favoráveis a aprendizagem dos alunos.

Enquanto especialista da educação o pedagogo deve estar sempre atento a toda e qualquer novidade na educação e no contexto social. Conforme afirma Gaudêncio (2012) a atuação do pedagogo não está restrita ao ambiente escola, entendemos que várias são as funções desse profissional que, por possuir uma formação que engloba a didática, as metodologias, a psicologia da educação, os estágios em vários campos de atuação, é o responsável por várias formações humanas em variados ambientes.

A pedagogia é uma ciência que se ocupa do processo educativo, com uma visão ampla de educação, como processo que envolve todo o contexto social de ensino aprendizagem.

Assim o pedagogo se ocupa da educação em todo seu contexto, lidando assim direta e indiretamente com todos os fatores que possam influenciar no processo de ensino aprendizagem.





REFERÊNCIAS

COSTA, VilzeVidotte. O trabalho do pedagogo nos espaços educativos. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2009.

Gaudêncio, Juliana Rezende. Ensaios: ser pedagogo diante dos desafios da educação contemporânea. PUC Minas. Disponível no site: <http:// www.pucminas.br/.../cursos/.../APR_ARQ_PROGR20120524103252.pdf...>. Acesso em 17/10/2014.

LIBÂNEO, J. C. Pedagogia e pedagogos: inquietações e buscas. Educar Em Revista, Curitiba, n. 17, p. 153-176. 2001. Disponível em: <http://www.educaremrevista.ufpr.br/arquivos_17/libaneo.pdf>. Acesso em: fev. 2014.

Nenhum comentário:

Postar um comentário