Quem sou eu

Minha foto
Brumadinho, MG, Brazil
Ivani Ferreira é professora e blogueira . Possui graduação em Letras pela Faculdade Asa de Brumadinho (2006), Normal Superior pela Universidade Federal de Montes Claros(2005), especialização em Psicopedagogia pela Universidade Federal Castelo Branco (2007), Supervisão Pedagógica pela FINON (2008). Professora efetiva na rede Municipal de Brumadinho desde 2005, porém, atua na rede municipal com turmas da Educação Infantil , Ensino Fundamental 1 e 2 , desde o ano de 2002. Trabalhou como supervisora pedagógica na Escola Municipal Leon Renault- Brumadinho/MG (2013- 2016). Atualmente trabalha como professora da Educação Infantil na EMEI Nair das Graças Prado em Brumadinho/MG. Sejam bem vindos(as)!!!

quinta-feira, 17 de abril de 2014

ENSINAR E APRENDER!!!


Como fazer com que o seu aluno se compreenda como sujeito construtor e construído pela sociedade


Eleger a cidadania como meta principal da educação, faz-se necessário para garantir ao individuo participação ativa e consciente na sociedade. Através da educação, o aluno vai conhecer e tomar consciência de seus direitos,deveres ,e da importância de participar do destino da sociedade, construindo a democracia. Assim ele se torna o sujeito construtor e construído pela sociedade.

Segundo Paulo Freire, no livro ''A pedagogia da autonomia", um dos capítulos fala do tema ''ENSINAR É UMA ESPECIFICIDADE HUMANA.'' Ele diz que ensinar exige segurança, competência profissional, e generosidade. Segundo ele o professor que não leva a sério sua profissão, que não estuda, que não da conta de alguma tarefas, que não tem autonomia dentro da sala de aula, não consegue coordenar suas atividades dentro da sala de aula. Porque um professor incompetente perde totalmente sua autoridade.
          Paulo Freire fala, ''No fundo, o essencial nas relações entre educador e educando, entre autoridades e liberdades, entre pais, mães, filhos e filhas é a reinvenção do ser humano no aprendizado de sua autonomia''. Paulo Freire fala sobre a necessidade da responsabilidade do professor com sua função.

Depois  ele diz que ensinar exige compreender que a educação é uma forma de intervenção no mundo.

O verbo ensinar, vem do latim, que significa marcar com um sinal, procurar a vida, desvendar e despertar para o conhecimento.

Ele diz também que ensinar exige liberdade, ''fazer possível que a necessidade dos limites seja assumida eticamente pela liberdade''. Ele diz que precisa resolver isso, autoridade e liberdade. Paulo Freire fala que o professor não deve falar para o educando, mas sim com o educando, mas é preciso que o educando saiba escutar. Ele diz que esse escutar não deve se  passivo, tem que ter participação, dialogo, e coloca que isso deve ser colocado numa maneira justa de avaliação.

Mais adiante ele coloca outro saber importante a prática educativa do professor é que saber ensinar exige reconhecer a educação  como ideológica.         Portanto segundo Freire, o professor não deve ser ingênuo, inocente, mas precisa saber e ter consciência que a educação é formadora e transformadora. Sendo assim a educação é uma ideologia, que quer dizer; ciência da formação das idéias.
        Nunca devemos esquecer que ensinar exige diálogo, sendo assim, os educandos tem que estar sempre dispostos a responder as dificuldades e curiosidades dos alunos.

Freire diz também que ensinar exige querer bem os educandos. Ele explica que querer bem ''significa a disponibilidade a alegria de viver''.

Finalizando, Paulo Freire, usa o tema mais importante da sua obra, é a arte de ensinar, mostrando que deve ser grandioso, e sendo assim, o professor deve compreender, e viver com muita intensidade, essa arte que é ENSINAR.

A proposta  apresentada neste trabalho foi mostrar a importância da participação do aluno na construção do seu conhecimento, onde o professor age como um medidor, um facilitador dessa construção, utilizando recursos pedagógicos e não esquecendo que a construção de um projeto pedagógico democrático e participativo, contribui para formação do sujeito e estimula a participação



Referências


FREIRE, Paulo A pedagogia da Autonomia; Saberes necessários a prática de ensinar.

 









Nenhum comentário:

Postar um comentário