Quem sou eu

Minha foto
Brumadinho, MG, Brazil
Ivani Ferreira é professora e blogueira . Possui graduação em Letras pela Faculdade Asa de Brumadinho (2006), Normal Superior pela Universidade Federal de Montes Claros(2005), especialização em Psicopedagogia pela Universidade Federal Castelo Branco (2007), Supervisão Pedagógica pela FINON (2008). Professora efetiva na rede Municipal de Brumadinho desde 2005, porém, atua na rede municipal com turmas da Educação Infantil , Ensino Fundamental 1 e 2 , desde o ano de 2002. Trabalhou como supervisora pedagógica na Escola Municipal Leon Renault- Brumadinho/MG (2013- 2016). Atualmente trabalha como professora da Educação Infantil na EMEI Nair das Graças Prado em Brumadinho/MG. Sejam bem vindos(as)!!!

domingo, 10 de junho de 2012

Musicas para quadrilha

Lindas músicas para festa junina o link abaixo:

http://search.4shared.com/q/CCAD/1/quadrilha

http://www.4shared.com/mp3/G20kdTsm/festa_junina

Músicas juninas


CAPELINHA DE MELÃO
autor: João de Barros e Adalberto Ribeiro

Capelinha de melão
é de São João.
É de cravo, é de rosa, é de manjericão.

São João está dormindo,
não me ouve não.
Acordai, acordai, acordai, João.

Atirei rosas pelo caminho.
A ventania veio e levou.
Tu me fizeste com seus espinhos uma coroa de flor.

__________________________________________

PEDRO, ANTÔNIO E JOÃO
autor: Benedito Lacerda e Oswaldo Santiago

Com a filha de João
Antônio ia se casar,
mas Pedro fugiu com a noiva
na hora de ir pro altar.

A fogueira está queimando,
o balão está subindo,
Antônio estava chorando
e Pedro estava fugindo.

E no fim dessa história,
ao apagar-se a fogueira,
João consolava Antônio,
que caiu na bebedeira.

__________________________________________

BALÃOZINHO

Venha cá, meu balãozinho.
Diga aonde você vai.
Vou subindo, vou pra longe, vou pra casa dos meus pais.

Ah, ah, ah, mas que bobagem.
Nunca vi balão ter pai.
Fique quieto neste canto, e daí você não sai.

Toda mata pega fogo.
Passarinhos vão morrer.
Se cair em nossas matas, o que pode acontecer.
Já estou arrependido.
Quanto mal faz um balão.
Ficarei bem quietinho, amarrado num cordão.

__________________________________________

SONHO DE PAPEL
autor: Carlos Braga e Alberto Ribeiro

O balão vai subindo, vem caindo a garoa.
O céu é tão lindo e a noite é tão boa.
São João, São João!
Acende a fogueira no meu coração.

Sonho de papel a girar na escuridão
soltei em seu louvor no sonho multicor.
Oh! Meu São João.

Meu balão azul foi subindo devagar
O vento que soprou meu sonho carregou.
Nem vai mais voltar.

__________________________________________

PULA A FOGUEIRA

autor: João B. Filho

Pula a fogueira Iaiá,
pula a fogueira Ioiô.
Cuidado para não se queimar.
Olha que a fogueira já queimou o meu amor.

Nesta noite de festança
todos caem na dança
alegrando o coração.
Foguetes, cantos e troca na cidade e na roça
em louvor a São João.

Nesta noite de folguedo
todos brincam sem medo
a soltar seu pistolão.
Morena flor do sertão, quero saber se tu és
dona do meu coração.

__________________________________________

CAI, CAI, BALÃO

Cai, cai, balão.
Cai, cai, balão.
Aqui na minha mão.
Não vou lá, não vou lá, não vou lá.
Tenho medo de apanhar.

__________________________________________

Isto é Lá Com Santo Antônio
Autor: Lamartine Babo

Eu pedi numa oração
Ao querido São João
Que me desse um matrimônio
São João disse que não!
São João disse que não!
Isto é lá com Santo Antônio!
Eu pedi numa oração
Ao querido São João
Que me desse um matrimônio
Matrimônio! Matrimônio!
Isto é lá com Santo Antônio!
Implorei a São João
Desse ao menos um cartão
Que eu levava a Santo Antônio

São João ficou zangado
São João só dá cartão
Com direito a batizado
Implorei a São João
Desse ao menos um cartão
Que eu levava a Santo Antônio
Matrimônio! Matrimônio!
Isso é lá com Santo Antônio!
São João não me atendendo
A São Pedro fui correndo
Nos portões do paraíso
Disse o velho num sorriso:
Minha gente, eu sou chaveiro!
Nunca fui casamenteiro!
São João não me atendendo
A São Pedro fui correndo
Nos portões do paraíso
Matrimônio! Matrimônio!
Isso é lá com Santo Antônio

__________________________________________

Noites de junhoAutor: João de Barro e Alberto Ribeiro


Noite fria, tão fria de junho
Os balões para o céu vão subindo
Entre as nuvens aos poucos sumindo
Envoltos num tênue véu
Os balões devem ser com certeza
As estrelas aqui desse mundo
As estrelas do espaço profundo
São os balões lá do céu
Balão do meu sonho dourado
Subiste enfeitado, cheinho de luz
Depois as crianças tascaram
Rasgaram teu bojo de listas azuis
E tu que invejando as estrelas
Sonhavas ao vê-las ser astro no céu
Hoje, balão apagado, acabas rasgado
Em trapos ao léu.


                    Passos para quadrilha



1º Passeio dos namorados - os pares de braços dados, em fila desfilarão indo um par para o lado esquerdo e o outro para o lado direito.

2º Os cumprimentos – os grupos já estão formados e ficam um em frente ao outro, indo todos para o centro do salão se cumprimentam e retornam aos seus lugares.


3º O cumprimento das damas – os homens batem palmas, enquanto as mulheres vão até o meio dançando e segurando a saia. Cumprimentam sorrindo. Em seus lugares (retornam aos seus lugares, para ficarem ao lado dos cavalheiros).


4º O cumprimento de cavalheiros – os homens vão até o meio batendo os pés com as mãos para trás, depois tiram o chapéu, cumprimentando as damas e se curvam. Em seus lugares (retornam aos seus lugares colocando o chapéu)


5º O Galopê – de dois em dois cruzam-se os pares da esquerda e direita no meio do salão, e trocam de
lugares, sempre galopando.
Do 6º até o 11º item os passos são feitos em fila indiana!
6º Caminho da roça – cada dama fica na frente de seu cavalheiro, como fila indiana, havendo dama e cavalheiro, respectivamente.


7º Olha a chuvvvaaa –as mãos de cada pessoa são entrelaçadas acima da própria cabeça.


8º Já passooouuu - os homens colocam os braços para trás e as mulheres seguram a saia.


9º Mariii rose - as damas levam as mãos para trás, por cima da cabeça e seguram as mãos do cavalheiro que está atrás dela; Rose mariiiiiii – o cavalheiro passa a frente da dama, ainda segurando suas mãos, invertendo as posições.


10º. Olha a cobraaa – todos pulam


11º Já matouuuuuu – param de pular e continuam andando


12º Preparar-se para a grande roda – todos dão as mãos


13º Grande roda – a roda já formada vai girando


14º Damas ao centro – as damas fazem uma roda por dentro da roda maior que permanecem os cavalheiros
GIRANDOOOO


15º Preparar-se para a cestinha de rosas - damas ao lado direito de seus cavalheiros, ainda com as duas rodas formadas.


16º Cestinha de rosas, enlaçouuuuuu – os homens erguem os braços e ficam as duas rodas entrelaçadas.
RODANDOOOOO


17º Grande roda – voltam à posição do item 13º, dando-se as mãos.


18º Cavalheiros ao centro


19º Preparar-se para a cestinha de cravos – os cavalheiros ficam a direita de seu par.


20ª Cestinha de cravos, enlaçouuuuuuuu – as mulheres erguem os braços e ficam as duas rodas entrelaçadas.GIRANDOOOO


21ª Grande roda.


22ª Preparar para o caracol – a noiva começa a puxar a fila


23ª Olha o caracol - sem desfazer a roda, a noiva puxa a fila para o centro do salão, formando uma serpentina.


24ª Desmanchar o caracol – é desfeita a serpentina com a noiva retornando para o lugar inicial, formando-se a grande roda novamente.


25ª Passeio dos Namorados – os pares são formadose andam em fila. os pares de braços dados, em fila desfilarão indo um par para o lado esquerdo e o outro para o lado direito. O grupo de casais que foram para o lado esquerdo fica lado a lado; o mesmo procedimento para os casais do lado direito.


26ª Preparar-se para o túnel – todos se dão às mãos por cima da cabeça, formando um túnel.


27ª Olha o túnel – o primeiro casal entra no túnel e os outros vão seguindo até desfazer o túnel.


28ª Passeio dos namorados


29ª DESPEDIDA – os cavalheiros saem acenando com o chapéu; as damas acenando com a mão.
A partir daí todos estão liberados para dançar o forró.

Nenhum comentário:

Postar um comentário