Quem sou eu

Minha foto
Mineira,professora graduada em Normal Superior e Letras,posgraduada em psicopedagogia e supervisão escolar. Atualmente estou atuando na educação infantil(maternal 1),amo os meus pequenos. Sejam bem vindos(as)!!!

domingo, 20 de março de 2011

MÚSICAS INFANTIS

BOM DIA


Bom dia coleguinha, como vai?
A nossa amizade nunca sai
Faremos o possível
Para sermos bons amigos
Bom dia coleguinha, como vai?


Bom dia professora, como vai?
A nossa amizade nunca sai
Faremos o possível
Para sermos bons amigos
Bom dia professora, como vai?


ALÔ, BOM DIA!


Alô, bom dia
Como vai você?
Um olhar bem amigo
Um largo sorriso
E um aperto de mão
E a gente sem saber
Como e porquê
Se sente feliz
E sai a cantar
Uma alegre canção
Bom dia nada custa
Ao nosso coração
É bom fazer feliz
O nosso irmão
Por Deus se deve amar
Amar sem distinção
Alô! Bom dia, irmão! BOM DIA, AMIGO!


Bom dia


Bom dia amigo
Bom dia irmão
Abra um sorriso
E cante esta canção
Borão, borão, borão
As flores no campo
As nuvens no céu
As águas nos rios
E um barco de papel
Mas venha comigo
E me dê a sua mão
Viva essa vida
Com amor no coração
Borão, borão, borão


DIAS DA SEMANA


Domingo começo, feliz a semana
Levanto da cama só depois das dez
Segunda, terça e quarta
Eu passo estudando
E fico pensando no recreio outra vez
Na quinta, eu te juro
É um dia bacana
Tem....(biblioteca)................................................
E eu fico feliz!
Sexta eu sinto
Com muita alegria
Que só falta um dia
Contente eu estou
E no sábado é que é gostoso
Posso passear, dormir e brincar
E no sábado é que é gostoso
Posso passear, dormir e brincar


MEU LANCHINHO
(Ritmo Frère Jacques)


Meu lanchinho, meu lanchinho
Vou comer, vou comer
Pra ficar fortinho
Pra ficar fortinho
E crescer, e crescer!
Chegou a hora de merendar
Chegou a hora de merendar
Vamos comer, bem devagar
Vamos comer, bem devagar
Agora preste muita atenção!
Agora preste muita atenção!
Papel e casca não se põe no chão!
Papel e casca não se põe no chão!
Onde é que se põe?
Na lata do lixo!


MÚSICA DA HORA DA HISTÓRIA
      E AGORA MINHA GENTE
       UMA HISTÓRIA VOU CONTAR
       UMA HISTÓRIA BEM BONITA
       TODO MUNDO VAI  GOSTAR
       RÊ, RÊ, RÊ
       RÁ, RÁ, RÁ
NOS LIVRINHOS ENCANTADOS
TUDO PODE ACONTECER
VAMOS FICAR BEM QUIETINHOS
PARA A HISTÓRIA APRENDER
RÊ, RÊ, RÊ
RÁ, RÁ, RÁ
   MÚSICA PARA TERMINAR A HISTÓRIA
      E AGORA MINHA GENTE
       QUE A HISTÓRIA TERMINOU
       BATAM PALMAS BEM CONTENTES
       BATAM PALMAS QUEM GOSTOU
       RÊ, RÊ, RÊ
       RÁ, RÁ, RÁ



HORA DA HISTÓRIA


Venham todos, amiguinhos
Uma história vou contar
Uma história bem bonita
Todo mundo vai gostar!
Venham todos, minha gente!
Uma história vou contar
Uma história diferente
Lá, lá, lá, lá, lá, lá, lá.


VOLTA DO RECREIO
(Ritmo Terezinha de Jesus)


Quando eu chego do recreio
Cansadinho de brincar
Na mesinha eu me deito
Pra que eu possa descansar
E eu fecho os olhinhos
E começo a sonhar
É o meu mundo de sonhos
Quero nele morar
Vejo fadas e anões
Vejo bruxas e dragões
Borboletas, passarinhos
Vejo flores e bichinhos.


Loja do Mestre André
Ai olé , ai olé
Foi na loja do mestre André


Foi na loja do mestre André
Que eu comprei um pianinho
Plim, plim, plim, um pianinho


Foi na loja do mestre André
Que eu comprei um violão
Dão, dão, dão um violão
Plim, plim plim, um pianinho


Foi na loja do mestre André
Que eu comprei uma flautinha
Fá, flá, flá, uma flautinha
Dão, dão, dão um violão
Plim, plim plim, um pianinho


Mamãe


Ela é dona de tudo,
ela é a rainha do lar,
ela vale mais para mim...
que o céu, que a terra, que o mar...
Ela é a palavra mais linda
que um dia o poeta escreveu,
Ela é o tesouro que o pobre
das mãos do Senhor recebeu.


Mamãe, mamãe, mamãe...
tú és a razão dos meus dias,
tú és feita de amor, de esperança...
Ai, ai, ai, mamãe ...
eu crescí e o caminho perdi,
volto a tí e me sinto criança
Mamãe, mamãe, mamãe...
eu te lembro o chinelo na mão...
o avental todo sujo de ovo...
Se eu pudesse, eu queria outra vez mamãe
começar tudo, tudo de novo


Os indiozinhos


Um, dois, três indiozinhos
Quatro, cinco, seis indiozinhos
Sete, oito, nove indiozinhos
Dez num pequeno bote
Iam navegando pelo rio abaixo
Quando um jacaré se aproximou
E o pequeno bote dos indiozinhos
Quase, quase virou
.
Margarida
(A Margarida fica no centro da roda e outra, fora da roda, canta:)
Onde está a Margarida?
Olê, olê, olá
Onde está a Margarida?
Olê, seus cavalheiros
(Todos da roda cantam:)
Ela está em seu castelo
Olê, olê, olá
Ela está em seu castelo
Olê, seus cavalheiros
(A menina do lado de fora canta:)
Eu queria vê-la
Olê, olê, olá
Eu queria vê-la
Olê, seus cavalheiros
(Todos da roda:)
Mas o muro é muito alto
Olê, olê, olá
Mas o muro é muito alto
Olê, seus cavalheiros
(A menina de fora tira alguém da roda e canta:)
Tirando uma pedra
Olê, olê, olá
Tirando uma pedra
Olê, seus cavalheiros
(Todos da roda:)
Uma pedra não faz falta
Olê, olê, olá
Uma pedra não faz falta
Olê, seus cavalheiros
(A menina de fora vai tirando um por um da roda e, a cada "pedra" retirada, as crianças da roda cantam: "...duas pedras não faz falta, três pedras...", até sair a última. Quando ficar só a Margarida, todos cantam:)
Apareceu a Margarida
Olê, olê, olá
Apareceu a Margarida
Olê, seus cavalheiros
Músicas para entrada:


Patinho

Um patinho na beira da lagoa
Ele grita, ai que água boa!!
Bate as asas, choq, choq
Abre o bico, quac, quac, quac
Dois patinhos na beira da lagoa
Ele cochicha, ai qui água boa…..
Ratinho

O ratinho bonitinho
Que vazia quic, quic, quic
Comeu todo o meu queijinho
Que estava bem ali
Eu armei a ratoeira
Para pegar o traidor
Mas peguei o meu dedinho
Puxa vida ai que dor
Ai, ai, ai, ai, ai
Que ratinho traidor.

Bolinha de sabão

A bolinha de sabão
Sobe, sobe sem parar
Ela é toda colorida
Maseu tenho que estourar
Bummm

Para cantar

Para cantar bem eu abro a boca assim
Ahhhhh
E faço um bico assim
Hummmm
E uma bochecha assim
Estouro pipocas com a boca assim
Ploc, ploc
E solto a voz a a atchimmmmm.
Chora, chora

Chora,chora, chora
Para de chorar
Põe a mão na cabeça
A outra na cintura
Da um requebrado
Salpica no sapateado
Da um abraço no amigo do lado
Pergunta como tem passado
Muito bem, bem, bem.

Dona aranha

A dona aranha subiu pela parede
Veio a chuva forte e a derrubou
já passou a chuva e o sol já vai surgindo
e a dona aranha continua a subir



MEU GALO


MEU GALO QUEBROU O BICO
MEU GALO NAO PODE BICAR
MEU GALO QUEBROU O BICO E NAO PODE BICAR


MEU GALO QUEBROU UMA ASA
MEU GALO NAO PODE VOAR
MEU GALO QUEBROU O BICO
QUEBROU UMA ASA E NAO PODE VOAR


MEU GALO QUEBROU OUTRA ASA
MEU GALO NAO PODE VOAR
MEU GALO QUEBROU O BICO, QUEBROU UMA, QUEBROU OUTRA ASA E NAO PODE VOAR


MEU GALO QUEBROU UMA PERNA
MEU GALO NAO PODE ANDAR
MEU GALO QUEBROU O BICO, QUEBROU UMA ASA, QUEBROU OUTRA ASA, QUEBROU UMA PERNA E NAO PODE ANDAR


MEU GALO QUEBROU OUTRA PERNA
MEU GALO NAO PODE ANDAR
MEU GALO QUEBROU O BICO, QUEBROU UMA ASA, QUEBROU OUTRA ASA, QUEBROU UMA PERNA QUEBROU OUTRA PERNA E NAO PODE ANDAR


MEU GALO QUEBROU O POMPOM
MEU GALO NAO PODE SENTAR
MEU GALO QUEBROU O BICO, QUEBROU UMA ASA, QUEBROU OUTRA ASA, QUEBROU UMA PERNA,QUEBROU OUTRA PERNA QUEBROU O POMPOM E NAO PODE SENTAR.


VOU TE CONTAR


VOU TE CONTAR A HISTÓRIA DO PALHACINHO PIMPÃO
ERA UM PALHAÇO ENGRAÇADO QUE SÓ MEXIA A MÃO.


VOU TE CONTAR A HISTÓRIA DO PALHACINHO DEDÉ
ERA UM PALHAÇO ENGRAÇADO QUE SÓ MEXIA O PÉ.


VOU TE CONTAR A HISTÓRIA DO PALHACINHO FELIZ
ERA UM PALHAÇO ENGRAÇADO QUE SÓ MEXIA O NARIZ.


VOU TE CONTAR A HISTÓRIA DO PALHACINHO ZUM ZUM
ERA UM PALHAÇO ENGRAÇADO QUE SÓ MEXIA O BUMBUM

<>
O Jacaré
O jacaré passeando na lagoa Ia dizendo:
Ai  meu Deus que coisa boa! Abriu a boca!
 Mostrou os dentes!
Se preparando para Morder a toda gente
 
 

PIRULITO QUE BATE-BATE
Pirulito que bate-bate
Pirulito que já bateu
Quem gosta de mim é ela
Quem gosta dela sou eu. 

  MEU URSINHO   

O meu ursinho é carinhoso
Me dá um beijo e bem gostoso
Me dá um abraço bem apertado (bis)
É carinhoso, é carinhoso
Com a patinha alisa meu rosto
Faz cafuné, é
Faz cafuné, é
Coça minhas costas e depois meu pé
O meu ursinho é carinhoso
Me dá um beijo e bem gostoso
Me dá um abraço bem apertado (bis)
É uma gracinha
É uma gracinha
Mas também gosta de fazer cosquinha, cosquinha

     A ZEFA  
 
A Zefa é uma galinha
Charmosa e inteligente
Vive ciscando para frente
Vive ciscando para trás
Bate suas asinhas
Balança suas perninhas
Mas na hora de fazer
Có, coricó.
   O JACARÉ 
O jacaré passeando na lagoa
Ia dizendo: — Ai meu Deus que coisa boa!
Abriu a boca!
Mostrou os dentes!
Se preparando para morder a toda gente
    FUI NA ROÇA   

Fui na roça plantar batata roxa
Veio a formiguinha e mordeu na minha coxa
Fui na sala assistir televisão
Veio a formiguinha e mordeu a minha mão
Fui no quarto arrumar o meu laço
Veio a formiguinha e mordeu meu braço
Fui na cozinha tomar café
Veio a formiguinha e mordeu meu pé
Fui no banheiro, fazer pipi
Veio a formiguinha e mordeu aqui
    A TARTARUGUINHA   

Ouvi contar uma história
Uma história engraçadinha
Da tartaruguinha, da tartaruguinha
Houve uma festa lá no céu
Mas o céu era distante
E a tartaruguinha viajou
Na orelha do elefante
Quando o festa terminou
A bicharada se mandou
Quem viu a tartaruguinha
Quem viu? Lá , do céu ela caiu,
São Pedro o céu varreu
E da pobrezinha se esqueceu
Ela disse eu quebrei toda
Ai meu corpinho está de fora
Como é que eu vou fazer
Pai do céu, como vou viver agora
Pai do céu juntou os caquinhos e colou
Mais bonita ela ficou! 
Opções: Pintinho Amarelinho
               Todos os Patinhos
               O Palhaço Picolé
               Coelhinho Tremendão
               Bidu
               Se és feliz

  SE ÉS FELIZ

Se és feliz
Quero te ver bater as mãos
Se és feliz
Pra eu poder acreditas, se és feliz
Quero te ver bater as mãos
Variação: pés, a gargalhar, dizer viva!

  BIDU  

Vem cá Bidu
Vem cá Bidu, vem cá , vem cá, vem cá
Não vou lá, não vou lá
Não vou lá
Tenho medo de apanhar
    DONA MINHOCA  
Dona minhoca, faz exercícios
Para seus músculos desenvolver
Pratica esportes, a minhoquinha
Faz voleibol e até karatê
Dona minhoca pequenininha
Com uma cobra quer parecer
Depois que toma sua vitamina
Mede a altura ela quer crescer.  

      UMA HISTÓRIA  

Eu vou te contar uma história
Agora atenção
Que começa aqui no meio
Da palma da tua mão
Bem no meio tem uma linha
Ligada ao coração
Que sabia desta história
Antes mesmo da canção
Dá tua mão, dá tua mão
Dá tua mão. 
     MONSTRO

Lá em cima da montanha
Tem um monstro, tem um monstro
Que medo, que medo
Do monstro, do monstro
De cabelo arrepiado
O monstro
Vem correndo, vem correndo
Pra me pegar.

    COWBOY 
 
Quando monto em meu cavalo
E jogo o laço
Prendo logo, o coração
Sou cowboy gosto muito de um abraço
Mãos ao alto e não vai dizer que não
Sou vaqueiro, capataz de uma fazenda
Nas horas vagas também toco violão
O meu cavalo é ensinado
Leva bilhete para a filha do patrão
Leva bilhete para a filha do patrão 
     BRUXINHA  

Todo dia as seis a Bruxinha vem
Todo dias as sete, seu vestido veste
Todo dia as oito, vai comer biscoito
Todo dia as nove, vai ver se não chove
Todo dia as dez, vai comer pastéis!
E vai fazer foguinho, pra fazer docinho
Mexe que mexe, mexe bum!

     A CANOA VIROU

A CANOA VIROU
POR DEIXAR ELA VIRAR
FOI POR CAUSA DO AMARELO
QUE NÃO SOUBE REMAR
SE EU FOSSE UM PEIXINHO
E SOUBESSE NADAR
EU TIRAVA O AMARELO
DO FUNDO MAR 
     MEU PINTINHO AMARELINHO

MEU PINTINHO AMARELINHO
CABE AQUI NA MINHA MÃO
QUANDO QUER COMER BICHINHO
COM SEU PEZINHO ELE CISCA O CHÃO
ELE BATE AS ASAS, ELE FAZ PIU, PIU
MAS TEM MUITO MEDO É DO GAVIÃO
         MÚSICA DA HORA DA HISTÓRIA
      E AGORA MINHA GENTE
       UMA HISTÓRIA VOU CONTAR
       UMA HISTÓRIA BEM BONITA
       QUE TODOS VÃO GOSTAR
       RÊ, RÊ, RÊ
       RÁ, RÁ, RÁ
NOS LIVRINHOS ENCANTADOS
TUDO PODE ACONTECER
VAMOS FICAR BEM QUIETINHOS
PARA A HISTÓRIA APRENDER
RÊ, RÊ, RÊ
RÁ, RÁ, RÁ
    MÚSICA PARA TERMINAR A HISTÓRIA
      E AGORA MINHA GENTE
       QUE A HISTÓRIA TERMINOU
       BATAM PALMAS BEM CONTENTES
       BATAM PALMAS QUEM GOSTOU
       RÊ, RÊ, RÊ
       RÁ, RÁ, RÁ
      MÚSICA DA SAÍDA
      DEM, DEM, DELÉM
       O SINO A TOCAR
       PROFESSORA ATÉ AMANHÃ
       PARA CASA VOU VOLTAR
       NO CÉU TEM ESTRELAS
       NA TERRA TEM PALMEIRAS
       NO MEU CORAÇÃO
       A ESCOLA INTEIRA 
.      MÚSICA DO LANCHE}
ME LANCHINHO, MEU LANCHINHO
VOU COMER, VOU COMER
PRA FICAR, FORTINHO, PRA FICAR FORTINHO
E CRESCER E CRESCER. 
    ORGANIZAÇÃO DA FILA
EU VOU VIAJAR DE TREM
QUEM SABE VOCÊ TAMBÉM
AGORA SÓ FALTA
PASSAGEM DO VELHO TREM (2X)
PAROU MÃOZINHA PARA FRENTE
PAROU MÃOZINHA PARA TRÁS
DEDÃO PARA CIMA
DEDÃO PARA BAIXO
PERNINHA TORTA
TIC TAC, TIC TAC, TIC TAC, TIC TAC, CHA, CHA, CHA
      MÚSICA DO AJUDANTE
      GOSTO DE AJUDAR
       PORQUE FAZ CONTENTE
       VAMOS GUARDAR OS BRINQUEDOS
       A PROFESSORA FICARÁ SORRIDENTE.
     MÚSICA DA ORGANIZAÇÃO
       ELA É A MÔNICA
       ELE É O CEBOLINHA
       VOU DEIXAR A ESCOLA
       SEMPRE BEM LIMPINHA
       LÁ VEM O CASCÃO
       ELE É O MAIS SUJÃO
       SUJA TODA ESCOLA
       COM PAPEL NO CHÃO
       CATA AQUI, CATA ALI
       VAMOS COOPERAR
       NOSSA ESCOLA DEVE SER
       COMO O NOSSO LAR. 
   MÚSICA DA HORA DA RODA
VAMOS FAZER A RODINHA
VAMOS TODOS SENTAR
QUE PROFESSORA PRECISA
AOS ALUNINHOS FALAR
SENTA, SENTA, SENTA ALUNINHO
SENTA, SENTA, SENTA BEM DIREITINHO
NOSSA RODINHA ESTÁ PRONTA
EU VOU AGORA ESCUTAR
MAS SE EU QUERO FALAR
PONHO O DEDINHO PARA O AR.
      MÚSICA DO SILÊNCIO
      PARA SE OUVIR O SOM
      DO MOSQUITINHO
      E A BATIDINHA DO CORAÇÃOZINHO
      PEGO A CHAVINHA E FECHO A BOQUINHA
      HUM, HUM, HUM, HUM,
O SILÊNCIO
O SILÊNCIO
É TÃO BOM
É TÃO BOM
VAMOS FICAR QUIETOS
VAMOS FICAR QUIETOS
ATENÇÃO
CONCENTRAÇÃO

A CORUJA
A CORUJA
FAZ CHI, CHI (BIS)
EU NÃO SOU CORUJA (2X)
E FAÇO HUM (2X)

ME TOCO A CABEÇA
ME TOCO O NARIZ
ME TOCO AS ORELHAS
E FECHO A BOCA ASSIM.
   
SÍTIO DO TIO FREITASTio tem um sítio
Ia, ia, oh!
E no sítio o que é que tem?
Tem um cachorro
Au, au pra cá
Au, au pra lá
Au, au pra todo lado 
Tem um gatinho
Tem um patinho
Tem uma galinha
Tem uma vaquinha. 
JIPE DO PADRE
O jipe do padre
Fez um furo no pneu          2x
Colemos com chiclete
Cla, cla, cla, pouh!
(a cada verso ir fazendo somente os gestos) 
ESQUEMA CORPORAL
Eu ponho a mão na cabeça
Eu ponho a mão nos meus ombros
Eu ponho a mão nos joelhos

E bato palmas assim!
Eu pego no cotovelo
Eu ponho a mão na cintura
Na ponta do meu nariz
E bato palmas assim.
A PULGA E O PERCEVEJO
A pulga e o percevejo
Fizeram a combinação              2x
Fizeram serenata
Debaixo do meu colchão
Mexe, remexe
Procuro mas não vejo
A pulga fazendo cócegas
Aqui no meu cabelo 
Aqui no meu cotovelo
Aqui no meu joelho
Aqui no meu tornozelo
PALMINHAS, PALMINHAS
Palminhas, palminhas
Nós vamos bater
Depois as mãozinhas
Pra trás esconder
Pra cima, pra baixo
Nós vamos bater
Depois as mãozinhas
Pra trás esconder 
Prum lado, pro outro
Bem leve, bem forte
CHAPÉU
O meu chapéu tem três pontas
Tem três o meu chapéu
Se não tivesse as três pontas
Não seria o meu chapéu
PATINHOS
Todos os patinhos
Sabem bem nadar
Cabeça para baixo
Rabinho para o ar
VEM CÁ BIDU
Vem cá Bidu
Vem cá, Bidu
Vem cá, vem cá
Não vou lá
Tenho medo de apanhar 
SAPO
O sapo não lava o pé
Não lava porque não quer
Ele mora na lagoa não
Lava o pé porque não quer
Mais que chulé 
UMA CASA
Era uma casa bem fechada (bis)
Abra a janelinha e deixa o sol entrar (bis)
Perto da casa tem uma árvore (bis)
E os passarinhos pousam nela assim (bis)
Perto da árvore tem uma ponte (bis)
E debaixo dela corre o rio assim (bis)
Perto da ponte está trovejando (bis)
Fecha a janelinha que já vai chover (bis)
Chuá, chuá
PATINHOS
Todos os patinhos
Sabem bem nadar
Cabeça para baixo
Rabinho para o ar (bis)
HIGIENE
Sai água da torneira
Faz espuma com sabão
Pra comer a merendinha
Lavarei as minhas mãos.
Já lavei minhas mãozinhas
Posso agora merendar,
Tenho as unhas bem limpinhas
Já podemos começar. 
LANCHE
Meu lanchinho,
Meu lanchinho
Vou comer,
Vou comer
Pra ficar fortinho,
Pra ficar fortinho
E crescer, e crescer.  

MOTORISTA
Motorista (2X)
Olhe o poste (2X)
Não é de borracha (2X)
Não é não (2X)
Motorista
Olhe a curva (2X)
Ela não é reta (2X)
Não é não (2X)
Motorista
Olhe o buraco (2X)
Diminua a marcha
Dim, dim-Dom (2X)
ESQUEMA CORPORAL Cabeça, ombro, tronco
Perna e pé (2X)
Olhos, ouvidos, boca, nariz
Perna e pé (2X)

TEM DE FERRO
O trem de ferro
Quando vem do Pernambuco
Vai fazendo fuco, fuco
Até chegar no Ceará
O trem de ferro
Quando sai de Pernambuco
Vai fazendo fuco, fuco
Com vontade de parar.
UMA BARATA
Havia uma barata
Na careca do vovô
Assim que ela me viu,
Bateu asas e voou
Seu Joaquim, quim-rim, quim, quim
Da perna torta, ta, ta,
Dançando valsa, sa – rá, sa, sa
Com a maritota, ta, rá, tá
CASINHA
Fui mora numa casinha – nha, nha
Enfestada –da –da de cupim – pim – pim pim
Saiu de lá – lá - lá
Uma lagartixa xa, xa, xa
Olhou pra mim, olhou pra mim
E fez assim!
BÃO BA LA LÃO
Bão bala lão senhor
Capitão espada na cinta,
Ginete na mão
NA BAHIA TEM
Na Bahia tem, tem, tem, tem, tem (2X)
Na Bahia tem minha gente
Coco de vintém
Na Bahia tem minha gente
Coco de vintém

Coelhinho de olhos vermelhos
De olhos vermelhos
De pêlo branquinho
Orelhas bem grandes
Eu sou coelhinho
Sou muito assustado, porém sou guloso
Por uma cenoura, já fico manhoso
Eu pulo prá frente, eu salto prá trás
Dou mil cambalhotas, sou forte demais
Comi a cenoura, com casca e tudo
Tão grande ela era
Fiquei barrigudo. 
Coelhinho da páscoa
Coelhinho da Páscoa
Que trazes prá mim
Um ovo, dois ovos, três ovos assim
Um ovo, dois ovos, três ovos assim
Coelhinho da Páscoa que cor ele tem
Azul, amarelo, vermelho também
Azul, amarelo, vermelho  também
Coelhinho da Páscoa com quem vai brincar
Com aquela menina que sabe dançar
Com aquela menina que sabe dançar
Coelhinho
Vou pedir ao coelhinho
que tragas pra mim
ovinhos de  páscoa
gostosos,
lindos assim. 
Coelhinho não se esqueça
do meu endereço
a páscoa vai chegar
e alegre vamos cantar. 
Para ser feliz
Para ser feliz é preciso ter
Dois olhinhos vivos
E saber correr
Um dentinho afiado
Um rabinho empinado
E ovinhos pra trazer. 
E no mundo da criança
Sempre há uma esperança
De um coelhinho
E seus ovinhos para a festa alegrar.
Coelhinho Bossa Nova
Eu sou coelhinho Bossa Nova
Vou contar para vocês
Prá cenoura não dou bola
Eu só tomo Coca-Cola
Coelhinho Bossa Nova
É uma brasa, mora
Chorar por uma cenourinha nha – nha
Foi no tempo da vovó
Prá cenoura não dou bola
Eu só tomo Coca-Cola
Coelhinho Bossa Nova
É uma brasa, mora.
Coelhinho Tremendão
Coelhinho Tremendão
De cartola e bigodão
Vem trazendo de calhambeque
Uns ovinhos para mim
Trá, lá, lá, lá, lá, lá, lá, hey  (2X)

9 comentários:

  1. Muito bom relembrar a infancia...

    ResponderExcluir
  2. Achei lindas as letras das músicas, que peninha não saber o ritmo para cantar com meus pequenos... Será que teria como saber???

    ResponderExcluir
  3. Achei linda as letras das músicas só achei uma pena não saber o ritmo, será que tem como saber??

    ResponderExcluir
  4. muito legal você disponibilizar as letras das musicas. Vou usar algumas com a minha turminha, mas ainda tenho que descobrir como cantar algumas :)

    ResponderExcluir
  5. Olá professora! Eu também trabalho com educação nas séries iniciais, gosto de cantar e escrever historinhas infantis. Adorei sua página. Celina

    ResponderExcluir
  6. Olá professora! Adorei suas músicas, eu também trabalho com educação nas séries iniciais e gosto muito de músicas e historinhas infantis. Parabéns pela iniciativa. Celina

    ResponderExcluir
  7. Amei a página na net, pena não saber a melodia para cantar com meus alunos... parabéns pelo seu trabalho.

    ResponderExcluir
  8. Fui na minha 4ª série agora. Eta saudades.
    Parabéns. Há 29 anos atrás.

    ResponderExcluir