Quem sou eu

Minha foto
Brumadinho, MG, Brazil
Ivani Ferreira é professora e blogueira . Possui graduação em Letras pela Faculdade Asa de Brumadinho (2006), Normal Superior pela Universidade Federal de Montes Claros(2005), especialização em Psicopedagogia pela Universidade Federal Castelo Branco (2007), Supervisão Pedagógica pela FINON (2008). Professora efetiva na rede Municipal de Brumadinho desde 2005, porém, atua na rede municipal com turmas da Educação Infantil , Ensino Fundamental 1 e 2 , desde o ano de 2002. Trabalhou como supervisora pedagógica na Escola Municipal Leon Renault- Brumadinho/MG (2013- 2016). Atualmente trabalha como professora da Educação Infantil na EMEI Nair das Graças Prado em Brumadinho/MG. Sejam bem vindos(as)!!!

domingo, 20 de março de 2011

O Bonequinho Doce (Alaíde Lisboa)





O Bonequinho Doce (Alaide Lisboa)



"Lucinha e Lalá estavam conversando.
Lucinha disse: Lalá, eu queria um irmãozinho para brincar.
E Lalá disse: Eu também, Lucinha, queria um irmãozinho para brincar.
Lucinha e Lalá pensaram, pensaram...
Depois, Lucinha disse: Vamos fazer um irmãozinho, Lalá!
Lalá respondeu, dando pulos de contente:
Vamos, Lucinha, vamos fazer um irmãozinho!
Lucinha e Lalá arranjaram um pouco de água, um pouco de farinha, um pouco de açúcar.
Lucinha e Lalá amassaram a farinha, a água e o açúcar.
E fizeram um bonequinho doce.
O Bonequinho Doce ia ser o irmãozinho de Lucinha e Lalá.
Lucinha e Lalá estavam contentes mesmo!
Elas queriam muito um irmãozinho para brincar!
O irmãozinho de Lucinha e Lalá vai ficar bonitinho, bonitinho!...
Depois Lalá disse: Vamos pintar o Bonequinho Doce?
Lucinha respondeu: Vamos sim, Lalá.
E as duas meninas pediram tinta à Mamãe e pintaram o Bonequinho Doce: pintaram o chapeuzinho de azul, pintaram o paletozinho de vermelho, pintaram a calcinha de amarelo.
O Bonequinho Doce ficou muito bonitinho!
Lucinha e Lalá levantaram o Bonequinho Doce.
O Bonequinho Doce, então, começou a correr!


Lucinha correu atrás do Bonequinho Doce.
Lalá também correu atrás do Bonequinho Doce.
Mas o Bonequinho Doce corria muito mais!...
Lucinha gritou: Bonequinho Doce, espere um pouco!
Lalá também gritou: Bonequinho Doce, espere um pouco!
O Bonequinho Doce gritou: Corra, Lucinha, corra Lalá!
Senão vocês não me apanham.
E o Bonequinho Doce corria, corria...

No caminho, o Bonequinho Doce encontrou uma velhinha.
A velhinha gritou: Bonequinho Doce, espere um pouco!
Meus netinhos vão gostar muito de você!
O Bonequinho Doce gritou: Corra, corra, vovozinha!
Senão você não me apanha!
Mas a vovozinha não podia correr muito.
E o Bonequinho Doce corria, corria...

Mais adiante, o Bonequinho Doce encontrou um velhinho.
O velhinho gritou: Bonequinho Doce, espere um pouco!
Meus sobrinhos vão gostar muito de você!
O Bonequinho Doce gritou: Corra, corra, vovozinho!
Senão você não me apanha!
Mas o velhinho não podia correr muito.
E o Bonequinho Doce corria, corria...

Mais adiante, o Bonequinho Doce encontrou dois meninos.
Jonjoca gritou: Bonequinho Doce, espere um pouco!
Paulinho também gritou: Bonequinho Doce, espere um pouco!
E o Bonequinho Doce gritou: Corra Jonjoca, corra Paulinho!
Senão vocês não me apanham!
E o Bonequinho Doce corria, corria...

De repente, o Bonequinho Doce viu uma lagoa.
E viu um patinho na lagoa.
O patinho viu o bonequinho e gritou:
Bonequinho Doce, pule n’água!
E o bonequinho pulou.
O Bonequinho Doce pulou n’água: tchibum!
E o n’água começou a desmanchar!

Jonjoca e Paulinho corriam, corriam...
E chegaram lá na beira da lagoa.

O velhinho e a vovozinha também chegaram lá na beira da lagoa.

Lucinha e Lalá também chegaram lá na beira da lagoa.
Todos ficaram tristes, tristes!...
O Bonequinho Doce ia sumindo, sumindo...
Lalá começou a chorar.


Então Lucinha disse:
Não chore, Lalá!
Nós vamos para casa fazer outro bonequinho doce!
Lalá parou de chorar e disse: Vamos, Lucinha, vamos depressa para casa.
Vamos fazer outro bonequinho doce!


O novo bonequinho doce não fugiu.
Lucinha e Lalá tiveram muito cuidado: Lucinha e Lalá fecharam a porta do quarto.
Lalá sentou o Bonequinho Doce na cadeira, e Lucinha contou a história do outro bonequinho que sumiu na lagoa.
E o novo Bonequinho Doce pensou: não vou fugir, nunca...”


Nenhum comentário:

Postar um comentário